Corrida, pornografia e refrigerantes (dnoticias PT)

Ricardo Aguiar

Os vícios causam mudanças permanentes no cérebro. Ao administrar-se uma dose única de drogas com características aditivas produz-se uma proteína que se acumula nos neurónios. Quanto maior for a acumulação dessa proteína, maior será o risco de um conflito irreversível nos centros de prazer e recompensa do cérebro. Mas não são só as drogas aditivas as responsáveis por este efeito, também a corrida, a pornografia e os refrigerantes geram umvício causando mudanças permanentes noorganismo.

A corrida liberta da mesma forma a proteína com características aditivas para o cérebro. Quando alguém se vicia na corrida gera alterações a longo prazo no cérebro equivalente as drogas aditivas causando dependência. O organismo não considera saudável este vício.

Os refrigerantes são também causadores de dependência e de diminuição do prazer. A ingestão excessiva deaçúcar promove o vicio pela substancia, e consequentemente o aumento do consumo no sentido de satisfazer os níveis de tolerância que cada vez se tornam mais elevados.

A pornografia encaminha e gera uma perda do circuito dos impulsos sexuais. Os que compulsivamente a procuram desenvolvem uma tolerância a estimulação, tornando-se mais difícil sentirem satisfação. Experienciam também frustração se o vício não puder ser dissipado.

Soluções para um corpo saudável: beba mais água, não exagere na corrida e procure atividades que promovem a consciência corporal, os alongamentos musculares, e a respiração consciente, libertam endorfinas, substâncias transmissoras do bem-estar promovendo o equilíbrio orgânico.

>Ler mais

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*