Aplicativo estimula denúncias de violência contra crianças (D24AM)

Aplicativo estimula denúncias de violência contra crianças

‘Proteja Brasil’ visa garantir a segurança de crianças

Manaus – A Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) está divulgando o aplicativo ‘Proteja Brasil’, desenvolvido pelo governo federal em parceria com o Unicef, para auxiliar as pessoas a fazerem denúncias de violência contra crianças e adolescentes.

O aplicativo pode ser utilizado em smartphones e tablets e, a partir da sua localização, indica telefones e endereços de órgão públicos e serviços sociais de proteção integral que recebem denúncias e ajudam a combater a violência contra crianças e adolescentes nas principais cidades brasileiras, inclusive em Manaus.

Além das indicações de telefones e endereços de delegacias e conselhos tutelares, a ferramenta oferece acesso à definição de diferentes tipos de violência, como a violência psicológica, discriminação, violência sexual, tortura, violência física, negligência e abandono, trabalho infantil e tráfico de pessoas.

As denúncias também podem ser realizadas pelo Disque 100. A ligação é gratuita e a denúncia é anônima. As Centrais de Atendimento funcionam todos os dias da semana, 24 horas por dia.

Para os brasileiros que estão no exterior, o aplicativo apresenta os números de telefones e endereços das Embaixadas e Consulados do Brasil no Exterior.

“As políticas públicas intersetoriais para prevenção e combate à violência são, sem dúvida, fundamentais. Mas se os cidadãos não denunciarem situações que caracterizam violações de direitos, nunca daremos um basta a essas práticas inaceitáveis”, disse a coordenadora da área de Proteção do Unicef no Brasil, Casimira Benge. “Mudar essa situação está nas mãos de cada um de nós”.

O aplicativo já está disponível na Apple Store e no Google Play. Basta procurar pelo nome ‘Proteja Brasil’ para fazer o download.

Campanha

Como parte da campanha de lançamento, uma animação criada pela agência ‘Fermento’ para divulgação em redes sociais (#PROTEJABRASIL) explica como o software funciona. A narração é do ator Lázaro Ramos, embaixador do Unicef no Brasil.

Quanto mais gente souber da existência desse aplicativo, mais chances teremos de prevenir a violência e proteger nossas crianças”, diz Lázaro Ramos na animação.

Outras informações podem ser obtidas na página do projeto ‘Proteja Brasil’, no endereço www.protejabrasil.com.br.

Crianças de Manaus

Os casos de estupro e violência física contra menores de idade são as principais ocorrências registradas contra crianças e adolescentes em Manaus. De acordo com levantamento realizado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM), no ano passado, das 2,4 mil denúncias registradas na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), mais de 1,5 mil casos correspondem a ocorrências sexuais e lesões corporais. O número representa 62,5% do total.

Os outros 900 casos, de acordo com informações da Polícia Civil do Amazonas (PCAM), correspondem a ocorrências de violência psicológica. O levantamento aponta denúncias como abandono de incapazes, calúnia, difamação, injúria, constrangimento e abandono intelectual.

Segundo informações da SSP-AM, a faixa etária mais atingida por violências físicas ou sexuais encontra-se entre indivíduos do sexo feminino de 12 a 15 anos de idade. As vítimas, na maioria dos casos, moram nas zonas leste e norte da capital amazonense.

>Ver artigo original

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*