A Pornografia Dentro das Igrejas Evangélicas (NovaAgênciaGospel)

A Pornografia Dentro das Igrejas Evangélicas faz parte da realidade, Existe um grande percentual de evangélicos envolvidos com Pornografia hoje em dia.

A Palavra de Deus descreve o sexo como presente originalmente projetado por Deus para o homem e a mulher. Quando esses impulsos sexuais são destinados à pornografia isso é capaz de destruir a família. A pornografia promove a satisfação física sem amor, sexo sem responsabilidade, união sem obrigação. Lembre se que Sexo saudável é somente o sexo entre homem e mulher e dentro do casamento segundo nos ensina a Bíblia Sagrada.

A Verdade é que a Pornografia Dentro das Igrejas Evangélicas tem sido uma cilada do inferno para acabar com famílias fazendo que os cristãos se tornem escravos da carne e cegos quase sempre depois consumir a pornografia você fica pior, trazendo angustia para o espírito, arrependimento e tristeza se resumindo em um somente por um prazer momentâneo.

É importante, porém, fazer uma distinção entre erotismo e pornografia. Existe um erotismo saudável, que consiste na exploração da sexualidade dentro do casamento. O livro de Provérbios nos traz um exemplo disto:

O cinema, a televisão e a mídia em geral se tornaram canais poderosos pelos quais todos os tipos de pornografia se tornaram amplamente disponíveis ao grande público. Veiculando cada vez mais conteúdos cooperando com a banalização do sexo, a indústria pornográfica cresceu de forma massiva, pois as pessoas passaram a consumir pornografia em suas próprias casas, sem precisar ir ao cinema ou à banca de revistas. Surgiram também jogos pornográficos de computador.

Com o advento da Internet, a disponibilidade e a facilidade de acesso à pornografia multiplicou-se cooperado para o crescimento do numero de cristãos que se influenciam com tal ato, facilitando o acesso tendo custo zero de copiar e baixar imagens na Internet, a cyber-pornografia tornou-se a forma mais popular de pornografia hoje. Anteriormente o acesso ao material pornográfico era mais difícil, pois obrigava ao crente a comprar revistas e matérias com conteúdo adulto e isso trazia mais exposição e com isso constrangia inibindo assim um pouco o consumo. Hoje em dia qualquer conteúdo pode ser acessado.
Blogs com imagens atraem o prazer da carne, vídeos que mostram abertamente o sexo e a pornografia em modo geral está cada vez mais fácil de ser encontrada e consumida o Pr Lucinho Barreto da Igreja Batista da Lagoinha relatou o seguinte “A pornografia é a anti-sala do adultério, da prostituição, da homossexualidade e da bissexualidade. Não conheço uma pessoa que cometa pecados graves na área sexual que primeiro não esteve envolvido com a pornografia. Ela introduz a pessoa em um mundo de perversidade”.

A pornografia causa casamentos instáveis, aumento dos divórcios e evita que jovens e adultos tenham a intimidade social que necessitam. Toda vez que dentro do casamento se abre a porta para a pornografia se está colocando em risco a relação, colocando em perigo a família, lembrando que a pornografia geralmente entra aos poucos dia a dia e sutilmente sem que percebamos, porém temos que ter na mente que tal ação é totalmente contrário o que diz a Palavra de Deus e que quase sempre se torna um vicio e que pode ser tão destrutivo quanto a qualquer droga. Você precisa de mais e mais para satisfazer a lascívia destruindo moralmente a pessoa tirando a paz e afastando os relacionamentos saudáveis e colocando em risco o chamado ministerial e a sua família.

A culpa depois de ter pecado por ver pornografia não basta como prevenção. A contaminação é imediata principalmente em seus pensamentos colocando na mente uma semente que aos poucos terão consequências destrutivas e fatais: o principal sintoma de quem está viciado em pornografia são: masturbação compulsiva, desejos, práticas sexuais perigosas, visita a lugares adultos, uso de prostituição, práticas sexual pervertida e abuso sexual. O Viciado em pornografia é levado a mentir para Deus e mente para si mesmo se envolvendo em um ciclo de mentiras e vergonha difícil de livrar, a prática te faz a cada vez consumir mais tempo assistindo ou consumindo pornografia levando o cristão a uma cegueira espiritual, social, física, emocional e mental.

Hoje em dia a Pornografia tem sido a professora de educação sexual de nossas crianças e adolescentes. O grupo etário que consome pornografia está entre 12 e 17 anos de idade. A exposição resulta em uma experiência traumática ou experiência super-estimulante. Crianças e adolescentes crescerão com uma péssima Influencia sendo extremamente perigoso para a saúde mental das crianças e adolescentes levando a desordens, desvios e disfunções sexuais.

Mais de 1700 psicanalistas de 31 países se reuniram destacou-se o fato de que cresce cada vez mais o número de pessoas viciadas em sexo, um problema que foi considerado como uma enfermidade psicológica, cujas consequências são a ruína econômica, problemas no casamento e em relações, problemas no trabalho, ansiedade e depressão.

O número de evangélicos no Brasil viciados em pornografia é preocupante. Nos Estados Unidos cerca de 40% dos evangélicos estão afetados. No Brasil a facilidade de se obter material pornográfico é a mesma ou até maior que nos Estados Unidos, considerando a falta de posição aberta e ativa das igrejas evangélicas brasileiras contra a pornografia como acontece nos Estados Unidos, não é exagerado dizer que provavelmente cerca de 50% dos homens evangélicos no Brasil são consumidores de pornografia. Talvez esse número seja ainda conservador diante do fato conhecido que os evangélicos no Brasil assistem mais horas de televisão por dia que muitos países de primeiro mundo, enchendo suas mentes com programas que promovem a violência e o erotismo, e assim abrindo brechas para a pornografia.

Escândalos envolvendo líderes evangélicos revelam abertamente outro lado do problema. Há pastores evangélicos que também são viciados em pornografia. Por causa do receio de serem descobertos e de estragarem seus ministérios, muitos pastores preferem consumir pornografia como voyeurs do que praticar o adultério de fato, embora alguns acabem eventualmente caindo na infidelidade prática.
Uma pesquisa realizada por uma revista americana entre pastores e chegou a um resultado impressionante: a cada dez pastores, quatro já haviam visitado um site pornográfico. Pastores são vulneráveis como qualquer outra pessoa. O isolamento e a solidão geralmente acompanham o ministério pastoral. Além disto, muitos pastores negligenciam seus casamentos dedicando-se ao ministério e a igreja local de forma excessiva muitas vezes sem férias.

Consequências da pornografia: achar que as perversões sexuais são cotidianas e rotineiras, Comparação injusta entre o corpo do nosso cônjuge, hábito da masturbação, Hábito de desnudar as pessoas com a imaginação.

Depois que esse Vício entra na Vida de uma pessoa cristã inicia-se uma batalha violenta com Satanás e com sua velha natureza, Satanás coloca na mente do dependente de pornografia que o ato de luxúria pecaminosa é apenas uma necessidade de novidade, apenas um válvula de escape, ou seja, mais uma mentira maligna imaginar que uma vez que uma pessoa que está envolvida pela pornografia ela possa sair facilmente à hora que bem entender sair. É necessário que a igrejas de modo geral fique em estado de alerta e trate A Pornografia Dentro das Igrejas de frente, de forma mais séria, evitando esse grande mal deste século.

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*