EUA: ‘vingança pornô’ tem seu primeiro preso na Califórnia (Jornal do Brasil)

Um homem acusado de ter publicado fotos nuas de sua ex-namorada na rede sem o consentimento dela é o primeiro condenado pela lei da “vingança pornô” no Estado da Califórnia, nos Estados Unidos.

Segundo a polícia de Los Angeles, Noe Iniguez foi considerado culpado de três acusações criminais a partir da aplicação da lei de vingança pornô. O julgamento levou sete dias.

Em 2011, a vítima já havia conseguido, por meio de pedido judicial, impedir a aproximação do ex-namorado depois que ela recebeu várias mensagens de texto ameaçadoras quando o namoro acabou.

No mês dezembro de 2013, usando um apelido, Iniguez, de 36 anos de idade, começou a postar informações difamatórias sobre sua ex-namorada no Facebook.

E em março de 2014, ele postou deliberadamente fotos dela fazendo topless na página do empregador da mulher com os dizeres “vadia” e “bêbada”. Na legenda, ele ainda encorajou a empresa a demitir a moça.

A sentença do juiz David Fields indica que Iniguez cumprirá uma pena de um ano de cadeia, 36 meses em período probatório e terá de se apresentar ao conselho de violência doméstica, além de ficar “longe da vítima”. Ao fim da sessão, o acusado foi preso e levado à prisão estadual.

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*