10 coisas que maridos e esposas precisam saber URGENTE sobre a pornografia (familia.com.br)

021815_10

Erika Strassburger Borba

Um grupo seleto de pesquisadores americanos nas áreas de psiquiatria, psicologia, sociologia, neurofisiologia, filosofia, direito e teoria política apresentaram um panorama rigoroso sobre o impacto da pornografia sobre a sociedade, publicado no livro The Social Costs of Pornography ( Os Custos Sociais da Pornografia), pelo Instituto Witherspoon. O estudo aponta para o aumento significativo do consumo de pornografia devido à facilidade com que esse tipo de material tem sido ofertado na Internet. O estudo mostra também que os jovens têm tido acesso com muita facilidade a esses produtos.

Entre os profissionais envolvidos no projeto encontra-se Mary Anne Lyden, diretora do Programa de Trauma Sexual e Psicopatologia da Universidade da Pensilvânia. A pesquisadora afirma que o consumo contínuo desses produtos leva com frequência a algum tipo de patologia. Pela primeira vez o DSM 5, manual utilizado para fazer diagnósticos psiquiátricos, vai incluir as dependências de sexo e da pornografia como doença. Ela observou que a natureza realista e acessível de pornografia na Internet pode levar ao vício, e pode ser tão grave a ponto de levar os usuários a perderem seus casamentos, famílias e empregos.

Veja outras informações importantes sobre a pornografia:

1. Ela destrói o romantismo, causa insensibilidade e pode levar ao abuso sexual

Um homem viciado em pornografia não consegue envolver-se intimamente de forma romântica com sua esposa. Pelo contrário, tende a ser extremamente carnal, a ter reações violentas durante as relações sexuais, podendo, até mesmo, estuprar sua companheira. As mulheres, por sua vez, tendem a perder a atração pelo companheiro e acabam tendo que apelar para imagens pornográficas, que lhe vêm à mente, como forma de estímulo.

2. Acaba com a autoestima

A pessoa que tem contato com pornografia tende a comparar seus atributos físicos e seu desempenho sexual com o dos atores ou atrizes dos vídeos. Ela passa a acreditar que há algo de errado com ela. Acaba se retraindo e gerando um grande problema na intimidade conjugal. Um rapaz que assiste pornografia pode não querer se casar por vergonha do corpo ou por medo de decepcionar sua futura mulher. E a menina pode pensar que só será atraente se fizer cirurgia plástica para deixar o corpo avantajado.

3. Faz com que o cônjuge viciado perca a atração pelo(a) companheiro(a)

Ele tenderá a fazer comparações e a mulher ou marido quase sempre sairá perdendo. A pessoa leva tão a sério aquilo que vê ou assiste e nem se dá conta que são cenas surreais, puramente comerciais e que estão destruindo a sua capacidade de julgamento.

4. Pode causar problemas de ereção e ejaculação precoce

Estudos feitos com 28 mil homens comprovaram que o vício em pornografia causa disfunção erétil e impotência masculina.

5. Provoca a distorção dos valores relacionados ao casamento e à família

Lyden afirma: “Para os homens que mais usam pornografia há uma maior aceitação do sexo fora do casamento para os casados, maior aceitação do sexo antes do casamento e menos[atenção às necessidades primordiais das crianças – ensino e tratamento] durante o casamento.” Além disso, há um desejo reduzido em ter filhos, principalmente pelo medo de que nasçam meninas.

6. Causa vergonha e culpa

7. Torna a pessoa insatisfeita

A pornografia cria uma ilusão de excelência sexual que atrapalha as relações amorosas normais. A pessoa tende a se sentir insatisfeita com o que seu cônjuge tem a oferecer. Muitas vezes ela vai sugerir que ele faça coisas bizarras porque o convencional já não lhe satisfaz.

8. Contém imagens que ficam na mente por tempo indeterminado

As imagens de pornografia são extremamente fortes e marcantes. Será difícil apagá-las da memória. Mesmo que a pessoa consiga sair desse vício, infelizmente ela terá de conviver com flashes dessas imagens durante muito tempo.

9. Afeta as relações familiares

O consumo de pornografia faz com que as relações familiares fiquem extremamente comprometidas. Sentimentos como confiança, o respeito e amor são abalados e, exceto se houver um completo abandono de tal prática, jamais serão reconquistados.

10. Leva ao divórcio

Além dos problemas mencionados, tanto a esposa quanto o marido sente-se traído se seu cônjuge é viciado em pornografia. Dificilmente um casamento nessas condições perdura.

Há ainda outros malefícios causados pela pornografia. Nosso conselho é: fuja desse inimigo. A pornografia é um inimigo da paz de consciência, do amor, do romantismo, da confiança, do diálogo, do companheirismo, dos relacionamentos, da família. Ela perverte o sentido do sexo, fazendo com que ele tome a forma de uma prática imunda. Ela destrói a capacidade de uma pessoa se relacionar sadiamente e ser feliz.

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*