Caminhada contra pornografia reuniu 300 pessoas em bairro da Serra (Folha Vítoria)

Caminhada contra pornografia reuniu 300 pessoas em bairro da Serra

A indústria da pornografia é tão poderosa que supera o faturamentos de gigantes como o Google, a Amazon, e até a Apple, são U$100 bilhões por ano. E para alertar as pessoas sobre os problemas que a pornografia causa, o projeto sul americano “Quebrando o Silêncio” levou para as ruas neste sábado (22), famílias inteiras que caminharam contra a pornografia. Em Jacaraípe, na Serra, a igreja Adventista reuniu 300 pessoas vestidas de branco com bandeiras, cartazes e faixas chamando atenção para os perigos da pornografia.
“Precisamos quebrar o silêncio e alertar as famílias sobre esse perigo, para que protejam crianças e jovens. Temos a missão de formar adultos saudáveis”, destaca organizadora do evento no Estado, Roseane Meireles.

A pedagoga Viviane Zahn destaca que as crianças sofrem com esse problema e que isso reflete em toda a vida adulta. “Desde o momento em que elas tem acesso ao computador sem restrição ou algum monitoramento, ela tem acesso a esse conteúdo. A criança leva isso para a juventude e, posteriormente, para a vida adulta. O casamento afetado, assim como a vida com o sexo oposto e os relacionamentos em geral são prejudicados. Os danos podem ser irreparáveis”, disse.

Durante a passeata foram entregues informativos sobre o tema e também aconteceu atendimento com psicólogos, enfermeiros e pedagogos para orientar à comunidade.

O evento aconteceu simultaneamente em várias outras cidades do Estado, como São Mateus, Linhares, Vila Velha, São Domingos do Norte e também em outros estados.

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*