Novinha é o termo mais buscado em site de pornografia. O que isso quer dizer? (YAHOO! Vida e Estilo)

280915_rosa

FOTO: Vamos esperar que uma criança dessa idade seja vista como símbolo sexual para entender o problema?

Por Carol Patrocinio

Não sei o que me assusta mais: os dados de que a palavra mais buscada no site Pornhub, no Brasil, é novinha ou os resultados de uma busca sobre o termo. Antes de falar sobre o assunto resolvi buscar boas definições do que era uma novinha, já que muita gente gosta de questionar tudo o que escrevo. A busca “novinha” retornou apenas pornografia – “Novinha Cavalgando”, “Novinhas do WhatsApp” – e a busca “o que é novinha” retornou com o link sobre “Como Conquistar e Seduzir Novinhas” e com uma pergunta no Yahoo Respostas:

“Hoje na rua uns homens dentro de um carro gritaram: “vem pegar carona com “nóis” novinha”. E fiquei sem entender o significado de novinha, o que significa essa giria?

Depois de ler esse post em que homens tentam levar uma criança para dentro do seu carro, resolvi que não tinha outra maneira de explicar o que é novinha a não ser do jeito mais triste: novinha é uma menina que já tem corpo de adulta, mas ainda é inexperiente e cai com mais facilidade na garra de predadores. A busca por novinha é a mesma por teen em diversos lugares do mundo e ela é mais comum do que a gente gostaria de pensar: entre os 20 países com mais acesso, apenas 5 deles não têm a palavra adolescente entre as principais buscas.

Não importa aqui se as mulheres que aparecem nos vídeos são realmente adolescentes ou não. Importa o que está no imaginário das pessoas. Há algum tempo escrevi um texto dizendo que pedófilos precisavam de ajuda e fui apedrejada, porém acredito que essas pessoas não entendem que quando buscam teen ou novinha nos sites de pornografia estão tendo uma atitude criminosa: sexo com menores de 14 anos – ou mesmo o consumo de seus vídeos – é crime. Sexo com menores de idade acima de 14 anos pode ser questionado como não consentido porque a menina ainda não tem responsabilidade legal sobre si. Se você busca o termo novinha quando está procurando pornografia é uma pessoa criminosa.

Entender como esse imaginário se desdobra na realidade é bastante importante para descobrir quão perigoso ele é. Esse imaginário se apresenta quando uma menina de 13 anos é estuprada e apontada como culpada. No imaginário popular ela é uma “novinha” e estava usando roupas provocativas – o shorts da escola, por exemplo – porque queria sexo. Ela “estava pedindo”. Mas como a gente chegou ao ponto de achar que uma criança tem condições de querer algo desse tipo? E olha que nem estou perguntando quão doente a sociedade está para achar que qualquer vítima de estupro é culpada, sei que é ir muito além para muita gente.

Uma garota fazer de conta que é uma mulher é normal e acontece desde que o mundo é mundo, mas isso não quer dizer que ela seja uma mulher. Não é porque ela está com as roupas da mãe e um batom mal passado que ela está pronta para transar e ser tratada como adulta. Novinhas são crianças. E quando colocado desse jeito deveria chocar quem olha para elas de outra forma.

O argumento mais usado para defender quem se interessa por esse tipo de pornografia – e de relações no mundo real – é que as meninas hoje já dançam funk até o chão com essa idade. Elas sabem do que estão falando e o que querem. Bom, elas podem até imaginar tudo isso, afinal é isso que adolescentes fazem: acreditam que são maduros o suficiente para se relacionar – em qualquer âmbito – com adultos. Mas o papel do adulto é… bem, ser adulto. Espera-se que o adulto identifique uma criança e a proteja, que mostre o certo e o errado, que explique limites. Mas o que vemos hoje são adultos se aproveitando da gana adolescente de querer ser “gente grande” e abusando sexual e emocionalmente de meninas.

Um dos casos mais bizarros que é acompanhado pela mídia é da MC Melody. A garota tem oito anos, um pai doente que acha ok hipersexualizar a filha para ganhar uma grana – tem de monte desses por aí – e adultos que não encontram problema em comentar no Facebook, com seus rostos e perfis expostos, que acham a funkeira gostosa. AOS 8 ANOS. Sim, adultos acham normal dizer que uma menina de 8 anos é gostosa apenas porque ela está performando como uma adulta. Desenhando assim fica mais fácil entender qual o problema do termo novinha ser tão atraente para o brasileiro? É como se o termo dissesse que tudo bem olhar com desejo para crianças desde que elas se fantasiem de adultas.

Além dos abusos contra meninas adolescentes, essa tara recai de forma bastante doentia sobre mulheres adultas. Como a estética desejável do momento é a de adolescentes, mulheres com corpos adultos se submetem a cirurgias para ser como quando tinham seus 13 ou 14 anos. A vagina é reconstruída, sua cor é transformada, os exercícios na academia são para perder peso e parecer cada vez mais uma adolescente. As capas de revista de moda estampam modelos cada vez mais jovens e com uma aparência impossível de ser copiada: os anos entre modelos e leitoras existe exatamente para que a natureza divida mulheres e crianças. Não é fácil se manter imune dessa cobrança por juventude, desses padrões inatingíveis e da vontade de ser como a mulher do anúncio. Todo mundo quer ser amado e aceito.

Somos uma sociedade doente. Disso ninguém mais tem dúvidas. Mas pior do que ser doente é não querer se tratar. Estamos, mais uma vez, renegando oportunidades e direitos a mulheres de todas as idades e isso nos coloca cada vez mais perto, por exemplo, da Grécia antes de Cristo. Vamos retroceder ainda mais?

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*