Pamela Anderson: “Pornografia é para perdedores” (Jornal de Notícias)

020916_anderson2

Pamela Anderson escreveu um ensaio para o “The Wall Street Journal” a alertar para os perigos da pornografia. “Temos que educar as crianças para perceberem que a pornografia é para perdedores”.

Carolina Morais

27 anos depois de protagonizar a sua primeira capa da “Playboy”, Pamela Anderson escreve um ensaio para o “The Wall Street Journal” – intitulado “Take the Pledge: No More Indulging in Porn” (em português, “Assuma o compromisso: Não ceda mais à pornografia”) e em parceria com o rabino Shmuley Boteach – a alertar para os perigos de conteúdos explícitos de natureza sexual.

Capaz de “corroer a alma de um homem”, interferindo com as suas responsabilidades enquanto marido e pai, a pornografia tem-se tornado, segundo Anderson e Boteach, assustadoramente acessível ao público. “Quantas famílias vão sofrer? Quantos casamentos vão implodir? Quantos homens talentosos vão arruinar as suas relações mais importantes e a carreira por uma efémera excitação? Quantas crianças vão ser introduzidas ao lado negro da sexualidade adulta ao serem forçosamente expostas às profanidades dos seus pais?”.

Os autores expressam ainda preocupação para com as crianças e as futuras gerações que estarão expostas a imagens dessa natureza. “Enquanto as taxas de dependência de droga estão praticamente estáveis, o vício da pornografia só vai aumentar daqui para a frente, uma vez que as crianças que estão a ser criadas em ambientes com imagens sexuais vão tornar-se adultos com necessidades de estimulação gráfica ainda maiores”.

A solução passa por “um diálogo honesto sobre a verdadeira natureza e perigos da pornografia” e pelo estabelecimento de um “código de honra”. “Temos que nos educar a nós mesmos e às nossas crianças para perceberem que a pornografia é para perdedores – uma perda de tempo, um programa sem objetivo para pessoas que são demasiado preguiçosas para colherem os benefícios de uma sexualidade saudável”, concluem.

Pamela Anderson, 49 anos, foi capa da revista “Playboy” 14 vezes – a última delas em janeiro/fevereiro deste ano. Recorde-se ainda que a estrela da série de culto “Marés Vivas” e o seu ex-marido Tommy Lee protagonizaram um escândalo sexual em 1995, altura em que foi roubada e divulgada uma “sex tape” da lua-de-mel de ambos.

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*