23 de setembro – Oração e Reflexão para fortalecer a luta contra o tráfico de mulheres e crianças (Rede pela Vida)

23 de setembro - Oração e Reflexão para fortalecer a luta contra o tráfico de mulheres e crianças

Aproxima-se a data de 23 de setembro, dia de luta contra o Tráfico de Mulheres e Crianças para fins de Exploração Sexual. A Rede Um Grito pela Vida sempre se mobiliza com atividades planejadas que marcam este dia/semana, utilizando criativas ações de sensibilização, formação e intervenção social.

Além das ações, este é também um dias para rezarmos em comunidades e grupos pelas pessoas traficadas e pelas organizações que batalham contra este crime.

A Comissão Trata CLAR, através da Rede Kawsay, organizou uma proposta de oração compartilhamos em nosso blog como um subsídio de oração e reflexão que poderá também ser enviado a outros grupos. Unam suas orações em prol desta causa!

Ir. Eurides Alves
Coordenação da Rede
PROPOSTA DE ORAÇÃO TRATA CLAR
Contexto

O Tráfico de Pessoas é um delito que atenta contra os Direitos Humanos, pois viola e degrada a essência da pessoa: sua vida, liberdade, integridade e dignidade.

O Tráfico de Pessoas para fins de exploração sexual afeta, sobretudo a infância e a juventude. Segundo a Organização Internacional para as Migrações – OIM, há dois milhões e meio de crianças e adolescentes/jovens vítimas deste crime no mundo, cujo modo de operar é majoritariamente pela Internet, mas também por outros meios, como ofertas de trabalhos fáceis, a viagem dos sonhos, relacionamentos afetivos (…) ou ainda por meio de ameaças, sequestro ou rapto.

Além da exploração sexual as pessoas são também traficadas para fins de trabalho escravo, tráfico de órgãos, adoção irregular, casamento servil, mendicância e para atividades criminosas ilegais como drogas.

Conforme o artigo 3º do Protocolo das Nações Unidas para prevenir, reprimir e sancionar o trafico de pessoas, especialmente de mulheres e crianças, como complementa a Convenção das Nações Unidas contra a Delinquência Organizada Transnacional.

É bem difícil quantificar a escala mundial do tráfico de pessoas, fala-se que anualmente umas 800 mil pesssoas são traficadas através das fronteiras internacionais dezenas de milhares de outras são também traficadas dentro das fronteiras de seus próprios países.

A demanda de mão de obra barata, de serviços sexuais e de certas atividades ilícitas são as causas originarias do trafico de pessoas. A falta de oportunidades e recursos econômicos, entre outros, são fatores que contribuem para a esta realidade. (https://www.iom.int/es/lucha-contra-la-trata-de-personas).

As instituições que trabalham pela erradicação do tráfico de pesosas, com entendem que é necesario que este día se converta em uma data de referencia para toda a sociedade.

É um dia para a reflexão e empenho no enfrentamnto desta realidade criminosa, que se configura a escravidäo moderna de nossos días.

O Convite é para todas as comunidades a permanecerem unidas em ORACÄO, rezar pela defesa da vida e dos direitos das pessoas afetadas pelo tráfico de pessoas, com fins de exploração laboral e sexual. Bem como, entrar em comunhão com as pessoas que estão sendo torturadas nesta forma de escravidão.

Neste dia, vamos acender a esperança na promessa de Jesus: de que uma nova vida é possível.

Se necessita pessoas capazes de viver em solidariedade e justiça este compromisso, a maneira de Jesus que veio para “anunciar a libertação aos cativos… e pôr em liberdade os oprimidos…” (cf Lc 4,18)

Proposta de celebração:

Buscar testemunhos de pessoas escravizadas, escrever em letra grande e pregá-las na parede.
Acompanhadas/os de uma música suave convidar as pessoas para caminhar, a percorrer lendo estes testemunhos (em silêncio).

Pedir às pessoas que escolham um testemunho e permanecer junto a esse testemunho.
Partilhar em grupo, nossos sentimentos a respeito deste testemunho.
Escrever em um papel estes sentimentos e partilhar depois.

Nos reunimos em círculo e colocamos no centro os testemunhos dos nossos sentimentos. Acendemos uma vela e rezamos:

Gen 4,9

O Senhor perguntou a Caim: “Onde está teu irmão Abel?”. “Não sei”, respondeu Caim: “Acaso sou eu o guarda do meu irmão?”.

L1: Senhor, eu conheço onde está meu irmão, minha irmã. Está trabalhando no interior e nas ribeiras de uma Selva. É um escravo. … É uma escrava…
Canto: “Senhor, tende piedade…”

L2: Senhor, eu conheço onde está minha irmã. Está trabalhando como
Empregada, sendo maltratada e explorada em uma casa. É uma escrava laboral e sexual…
Canto: “Cristo, tende piedade…”

L3: Senhor, eu conheço onde está meu irmão, minha irmãs. Esta
trabalhando 18 horas por dia mal remunerado em uma fábrica clandestina. É um escravo… . É uma escrava … …
Canto: “Senhor, tende piedade…”

L4. Senhor, eu conheço onde está minha irmã. Está trabalhando em uma boate, em prostibulo, sendo obrigada a fazer 10, 15 programas por noite, ase drogar. É uma escrava…
Canto: “Cristo, tende piedade”

O Senhor perguntou a Caim: “Onde está teu irmão Abel? ». “Não sei”, respondeu Caim: “Acaso sou eu o guardião do meu irmão?”.

O Senhor pergunta a nós: “E Vocês, são guardiãos, guardiãs do teu irmão, de tua irmã?”
Todos: Sim, eu sou guardiã(o) de minha irmã e do meu irmão.

O Senhor pergunta a nós: “E Vocês, são guardiões, guardiãs do teu irmão, de tua irmã?”

Todos: Sim, eu sou guardiã(o) de minha irmã e do meu irmão.

O Senhor pergunta a: “E Vocês, são guardiões, guardiãs do teu irmão, de tua irmã?”.

Todos: Sim, eu sou guardiã(o) de minha irmã e do meu irmão.

EVANGELIO: Mt. 25,37b-40,45

Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber? Quando foi que te vimos como estrangeiro e te recebemos em casa, e sem roupa e te vestimos? Quando foi que te vimos doente ou preso, e fomos te visitar?

Então o Rei lhes responderá: “Eu garanto a vocês: todas as vezes que vocês fizeram isso a um dos menores de meus irmãos, foi a mim que o fizeram”. “Eu garanto a vocês: todas as vezes que vocês não fizeram isso a um desses pequeninos, foi a mim que não o fizeram”.

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*