“É preciso confessar a traição para haver cura emocional”, diz pastor sobre adultério (Guiame, VÍDEO)

O pastor Luciano afirma que a traição afeta a família como um todo e não apenas a pessoa que cometeu o pecado.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DA REDE SUPER

O adultério pode ser considerado um pecado “gravíssimo” e extremamente doloroso. Quando acontece, é importante que o pecado seja compartilhado com o outro cônjuge para que haja perdão e cura. Para versar sobre esse assunto, os pastores Leonardo Estrella e Luciano Rocha foram os convidados do programa Bate-Papo.

“Eu não sei se você vai conseguir guardar isso no coração e conviver com o que fez. Você pode pedir perdão a Deus e se houver arrependimento genuíno no seu coração, Deus te perdoa. E aí você pode tocar sua vida tranquilamente, porque diante de Deus, se houver o arrependimento, há perdão e reconciliação”, disse o pastor Luciano Rocha.

Ele ainda afirma que é preciso um espírito de arrependimento. “Não compartilhar isso com a sua esposa, eu não sei se no seu coração você vai conseguir sobreviver com isso, sem compartilhar com ela. Mesmo com um espírito de arrependimento, inclusive suportando as consequências de tal ato que você fez”, disse.

Já o pastor Leonardo Estrella inseriu a questão da cura. “Entra junto com isso a questão da cura. Eu creio que precisamos confessar a Deus e o perdão Dele vem de forma gratuita e graciosa. Mas parte também um acréscimo. Precisamos ser curados, porque na verdade quando acontece o adultério, não é só o homem que o fez, mas ele também ficou doente. O casamento também adoeceu. O núcleo familiar adoeceu junto e houve uma quebra de aliança. Quebra de acordos e princípios. O amor tem que consertar tudo aquilo”, ressaltou.

Voltando a palavra para o pastor Luciano, ele diz que é preciso compartilhar para que haja renovo. “A Bíblia fala que os dois são uma só carne. Se há um pecado desse nível, você também, de alguma forma, afetou seu cônjuge. então, é muito difícil você não compartilhar isso, para trazer até um renovo”, pontuou.

Só de olhar, já pecou?

Respondendo a uma pergunta, o pastor Luciano comenta sobre o versículo onde Jesus, no sermão do monte, fala sobre o adultério. “Jesus, no sermão do monte, não trata da letra da lei e é exatamente isso que trata a questão do olhar que já adulterou. Jesus não trata da letra da lei. O sermão do monte não é a segunda lei, como diz alguns”, explicou.

“Moisés recebeu a primeira tábua e agora temos a lei do sermão do monte. O que Jesus está dizendo é o seguinte, o adultério nasce do coração pecaminoso do homem, na medida que ele cobiça com seus olhos algo que ele quer tomar para sí. E é nesse aspecto que ele diz que você já adulterou. Claro, você não praticou o ato, mas a possibilidade e o pecado já tomou lugar no seu coração. Dali, para você consumar, não é muito longe não”, alertou.

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*