Childhood Brasil e Fundação Bunge lançam projeto para aquaviários (Childhood Brasil)

Childhood Brasil e Fundação Bunge lançam projeto para aquaviários

Principal estratégia é sensibilizar operadores de embarcações que atuam na rota entre Itaituba e Barcarena, no Pará, para o enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes

A Childhood Brasil mantém um olhar atento nas rodovias do país. Por serem locais de grande vulnerabilidade, a organização criou o Programa Não Mão Certa, que levanta a bandeira da proteção de crianças e adolescentes contra a exploração sexual nas rodovias brasileiras. Desde 2006, o Programa já sensibilizou mais de um milhão de caminhoneiros, com objetivo de engajá-los como agentes de proteção por meio da educação continuada promovida pelas empresas e entidades participantes.

Neste mês, a Childhood Brasil, com apoio da Fundação Bunge, lança no Programa Na Mão Certa a categoria aquaviários, com o objetivo de enfrentar a exploração sexual no modal fluvial de transporte de carga e pessoas. Seguindo os mesmos compromissos de proteção assumidos nas rodovias brasileiras, as empresas participantes do Programa agora podem atuar nas suas operações fluviais, em especial na região Norte, considerada de grande vulnerabilidade para crianças e adolescentes de comunidades ribeirinhas existentes ao longo dos rios.

O Programa Na Mão Certa para aquaviários

Os aquaviários serão nossos agentes de proteção de crianças e adolescentes contra a violência sexual nas hidrovias. Para conversar com esses profissionais, através das empresas participantes do Programa Na Mão Certa, contaremos com multiplicadores para levar a informação sobre a causa e como agir. Seguindo a exitosa metodologia do Programa Na Mão Certa nas rodovias, o papel do multiplicador é de grande importância educativa e social e vai levar à sensibilização e informação aos aquaviários.

A primeira empresa a aderir à nova categoria e apoiar seu desenvolvimento é a Bunge, que já é parceira da Childhood Brasil através da adesão ao Pacto Empresarial contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Brasileiras.

O primeiro passo é o treinamento de 25 colaboradores da operação da empresa para atuar como multiplicadores dos direitos de crianças e adolescentes, em especial contra violência sexual. Esses multiplicadores levarão informação para 150 tripulantes do modal aquaviário, num processo de educação continuada.

Quer saber mais sobre o Programa Na Mão Certa? Não deixe de acessar o site.

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*