Estudo revela o efeito da pornografia sobre os casamentos (Gospel Prime)

Estudo revela o efeito da pornografia sobre os casamentos

Envolvimento com pornografia dobra número de divórcios

O especialista em ciências sociais Shankar Vedantam deu uma longa entrevista ao NPR sobre os efeitos da pornografia sobre os casamentos. Ele fez parte de uma pesquisa ampla, que entrevistou cerca de 2.000 casais sobre sua satisfação com seus relacionamentos e também sobre o uso de mídia sexualmente explícita.

Segundo o pesquisador, “ao examinar os mesmos casais repetidamente ao longo do tempo, podemos ver quais casais começaram a usar pornografia, quais casais pararam e o que aconteceu com seus relacionamentos”.

O levantamento apontou que os casais ​​que assistem pornografia são cerca de duas vezes mais propensos a se divorciar que os que não seguem essa prática. Vedantam conclui: “é possível que os efeitos sejam realmente muito maiores para a vida daquelas pessoas onde pornografia é uma parte de seu cotidiano”.

Apesar de identificar alguns dos efeitos negativos da pornografia sobre os casamentos, Vedantam diz que a pesquisa não consegue identificar “exatamente” o que torna a pornografia tão letal para relacionamentos. Pesquisas e relatórios anteriores, no entanto, podem nos dar alguma clareza sobre essa questão. Mas existem estudos anteriores que apontam para os efeitos biológicos da pornografia no cérebro.

A pesquisa da equipe de Vedantam limitou-se a analisar os efeitos psicológicos da pornografia.

A colunista cristã Leah Hickman acredita que a raiz é espiritual. “Sabemos que a insatisfação do ser humano vem da cobiça. A representação irreal de relacionamentos retratado em filmes pornográficos gera uma mentalidade de que ‘a grama do vizinho é sempre mais verde’”.

Para ela, esse aspecto é claramente abordado na Bíblia desde os 10 Mandamentos, onde Deus já instruía seu povo a não cobiçar a mulher do próximo. “Deus não nos deu essa ordem para tornar nossas vidas mais chatas ou impedir que tenhamos um pouco de diversão. Pelo contrário, quando vivemos de acordo com as leis de nosso Senhor, podemos nos alegrar com aquilo que temos em vez de olhar constantemente com luxúria para coisas além do nosso alcance”.

No Brasil, o sexólogo cristão Alemar Quintino trabalha há anos em seu consultório atendendo pacientes com problemas relacionados a pornografia e masturbação. Através dessa experiência, o psicólogo criou um método para ajudar homens casados a se libertarem do vício em pornografia. Ele propõe técnicas terapêuticas que ajudam a reorientar comportamentos e vencer vícios. Você pode conhecer o método nesse link: www.comovencerapornografia.com.br/metodo-15p

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*