Ex-integrante do Pussycat Dolls diz que o grupo era um “círculo de prostituição” (Jovem Pan)

Ex-integrante do Pussycat Dolls diz que o grupo era um "círculo de prostituição"

Kaya Jones, ex-integrante do Pussycat Dolls, usou o Twitter essa semana para lembrar dos anos em que participou da girlband e chocou seus seguidores ao comparar o grupo a um “círculo de prostituição”.

“Minha verdade. Eu não estava em uma girlband. Estava em um círculo de prostituição. Ah, e acontece que nós também cantávamos e éramos famosas. Enquanto aqueles que mandavam em nós ganhavam o dinheiro”, começou.

“O quão ruim era? Muito ruim porque eu me afastei dos meus sonhos, colegas de banda e um acordo de US$ 13 milhões com a gravadora. Nós sabíamos que seríamos nº1”, continuou. “Para ser parte do time você deve ser uma jogadora. O que significa dormir com quem eles mandam. Se você não fizer isso eles não têm o poder para te alavancar (…) depois eles usam isso contra você”, escreveu.

Kaya ainda explicou o motivo pelo qual nenhuma das integrantes jamais denunciou o que acontecia com elas. “Nós éramos abusadas! Pessoalmente, eu fui avisada que se eu contasse eu iria… vocês sabem, acabar morta ou não ter mais carreira”, finalizou.

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*