Comissária europeia já foi vítima de violência sexual e junta-se ao movimento #MeToo (Público‏)

Comissária europeia já foi vítima de violência sexual e junta-se ao movimento #MeToo

Vera Jourová apela às mulheres que denunciem os seus casos.

CULTO

A comissária europeia para a igualdade de género, a checa Vera Jourová, revela que já foi vítima de violência sexual e apela a todas as mulheres que também já o foram que denunciem os seus casos, aderindo ao movimento #MeToo, a que a actriz Alyssa Milano de um impulso.

Questionada durante um pequeno-almoço, nesta quarta-feira, em Bruxelas, sobre o comportamento nas instituições europeias, a comissária declarou que acredita que o caso do produtor cinematográfico Harvey Weinstein é só “a ponta do icebergue”, disse citada pelo Politico.

A maior parte das mulheres, quando vítimas de assédio ou de abuso, nada dizem porque sentem-se culpadas, como se merecessem o que lhes aconteceu. “É um sentimento muito estranho”, continua a comissária, acrescentando: “Eu também já fui vítima dessa violência.”

“Não guardem isso para vocês mesmas”, incentiva Jourová ao dirigir-se à plateia e insistindo: “Procurem ajuda e não tenham vergonha de falar sobre o assunto.”

Para a política, as leis têm de ser reforçadas, mas também é preciso haver uma mudança na forma de pensar de milhares de homens europeus que continuam a considerar “normal” bater numa mulher. Segundo o Politico, cerca de metade das europeias sofre abusos verbais, físicos ou sexuais (incluindo através das redes sociais). “Temos de mudar a percepção da sociedade de que tudo isto é normal”, defende Jourová.

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*