Central do Brasil recebe campanha de combate ao assédio sexual no transporte público nesta sexta (G1)

Central do Brasil recebe campanha de combate ao assédio sexual no transporte público nesta sexta

Público receberá orientações sobre como agir e vítimas serão encorajadas a denunciar abusos. Secretaria de Direitos Humanos recebeu 114 denúncias de mulheres vítimas de violência este ano.

Por G1 Rio

Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos (SEDHMI) lança nesta sexta-feira (20) a campanha “O transporte é público, meu corpo não”, às 8h, na Central do Brasil. Equipes da SEDMHI, policiais femininas e agentes da SuperVia estarão no local distribuindo material informativo sobre como agir em situações de assédio sexual, encorajando as vítimas a denunciarem os abusos.

Em agosto deste ano, o governador Luiz Fernando Pezão regulamentou a lei que prevê a cobrança de multa de até R$ 1.152 para homens que embarcarem nos vagões femininos, nos horários de 6h às 9h e de 17h às 20h.

De janeiro a outubro, o Disque Mulher da SEDHMI (2332-8249) recebeu 114 denúncias de mulheres vítimas de violência. Além do canal de denúncias, a secretaria possui três Centros de Atendimento à Mulher (Ciam), , que oferecem acompanhamento psicológico, social, jurídico, orientação e informação a vítimas de violência.

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*