Astro da NFL usa chuteira especial contra assédio sexual: ‘Não é não’ (#Fera)

Astro da NFL usa chuteira especial contra assédio sexual: 'Não é não'

Ídolo da equipe de Pittsburgh é uma das personalidades a engrossar coro contra condenação de norte-americana

Antonio Brown, astro do Pittsburgh Steelers e considerado um dos melhores recebedores da NFL, usou, nesta segunda-feira, 4, uma chuteira especial com uma mensagem contra o assédio e o abuso sexual no próximo compromisso da equipe. A peça foi calçada durante a vitória por 23 a 20 sobre o Cincinnati Bengals, partida na qual anotou um touchdown e recebeu oito passes, somando 101 jardas aéreas.

A chuteira de Brown traz as mensagens “Stop Sexual Abuse” (“Parem com o abuso sexual“) e “No Means No” (“Não é não“), além da reprodução do rosto atual e de 13 anos atrás de Cyntoia Brown, americana recém-condenada à prisão perpétua. Atualmente com 29 anos, ela sofreu abusos sexuais na infância, foi obrigada a se prostituir e matou seu agressor quando conseguiu fugir.

Com 16 anos, Cyntoia foi mandada a casa de um atirador do Exército, Johnny Allen, 43 anos. Por causa da insistência dele para que ela mantivesse relações sexuais, e alegando legítima defesa, ela o matou. Pelo crime, ela foi condenada a passar o resto da vida na cadeia.

Há uma petição correndo na internet com o intuito de libertá-la que já conta com mais de 300 mil assinaturas, e a Justiça norte-americana só irá revisar o caso para uma possível liberdade condicional quando Cyntoia completar 69 anos de idade.

Por conta da repercussão do caso, ela acabou se tornando um exemplo para as demais presas.

Além da atitude de Brown, a partida entre Steelers e Bengals ficou marcada pela grave lesão de Ryan Shazier, que lesionou a coluna e deixou o gramado do Paul Brown Stadium.

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*