Converse com seus filhos sobre pornografia
(Fernanda Aguiar/Yatahaze Kayasuma/Medium)

Converse com seus filhos sobre pornografia

Por Fernanda Aguiar

Muito provavelmente quando sua filha já estiver pronta pra iniciar sua vida sexual ela já tenha assistido ou conversador sobre pornografia com seus amigos. O fato de ter visto significará que ela está mais propensa a achar que tenha que fazer aquilo mesmo que ela não goste, afinal meninos se excitam daquela maneira. Ela irá começar a achar que o problema é com ela por se sentir desconfortável e a partir disso começará a se submeter a abusos por simplesmente não reconhecer que o que é mostrado na pornografia não é sexo. Que sexo de verdade envolve troca de sentimentos entre duas pessoas e não somente um pênis em um orifício. Que não é necessário violência, que não é necessário dor. Que sexo é uma forma prazerosa e mútua de relação. Mostre que não há nada de errado em dizer não,muito pelo contrário é libertador dizer não e ser respeitada por isso.

Meninos pré adolescente a adolescente, já procuraram por vontade própria ou já estiveram expostos a pornografia na internet. E com eles essa conversa é muito mais urgente. Apesar da violência cair nas meninas, são eles que mais acessam e são eles que irão reproduzir a misoginia gritante que aparece em cena. É preciso mostrar que mulheres não são objetos, não são posse, não são pessoas passivas de suas vontades. Que acima de tudo pra uma vida sexual saudável, antes de tudo é preciso consenso. Que não pode ser comprado, que não pode ser coagido ou manipulado. Que ele é a chave pra uma relação saudável entre duas pessoas. E que a pornografia é algo que promove violência. Que existem formas mais humanas de excitação. Provavelmente a curiosidade masculina, principalmente na fase inicial da descoberta sexual não vá evitar que ele procure vídeos, mas ensine que a violência sempre será errada. E que mulheres merecem ser tratadas humanamente.

Você vai ser taxada (o) de moralista ou careta por eles, mas garanto que isso é o menor inconveniente em se mostrar contra uma indústria que promove a desumanização das relações.

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*