Site pornô tem pico de audiência após ataque de míssil ser desmentido no Havaí (Último Segundo)

Site pornô tem pico de audiência após ataque de míssil ser desmentido no Havaí

Autoridades usaram as redes sociais para desmentir o suposto ataque balístico no sábado (13), e minutos depois foi registrado aumento no tráfego

Por iG São Paulo | Reprodução/Twitter

Depois do recebimento de uma mensagem que desmentia uma suposta ameaça balística no Havaí, no último sábado (13), algumas pessoas decidiram ‘aliviar a tensão’. De acordo com um dos maiores sites pornográficos do mundo, o tráfego da plataforma registrou um aumento enorme depois que o alarme foi dado como falso.

Vale lembrar que tudo começou após milhares de pessoas terem recebido uma mensagem com o seguinte alerta : “Míssil balístico a caminho do Havaí . Procure um abrigo imediatamente. Isso não é um treinamento”.

O SMS gerou pânico generalizado principalmente depois que programas de televisão começaram a comentar sobre tal mensagem, pedindo para que os telespectadores na região procurassem refúgio em porões.

Porém, tudo se acalmou quando a soldada veterana e membro do Congresso norte-americano, Tulsi Gabbart, usou sua página no Twitter para dizer que a mensagem não deveria ser levada a sério. “Isso é um alarme falso. Não há nenhum míssil vindo a caminho do Havaí. Eu confirmei com os oficiais e não há nenhum míssil a caminho”, enfatizou.

O alívio foi ainda maior depois que o governador do estado, David Ige, e a agência local de gerenciamento de emergências garantiram que não havia nenhuma ameaça de míssil balístico.

Com os esclarecimentos, os residentes aproveitaram a oportunidade “para acalmar os nervos”, sendo o Pornhub um grande beneficiado. De acordo com o site, as visitas foram 50% maiores naquele dia. Os estatísticos da plataforma revelaram que o número de usuários atingiu seu recorde somente 15 minutos após o segundo SMS, que anunciava que tudo se tratava de um alarme falso ter sido disparado.

A alta considerável veio em seguida da queda de 77% que o site teve enquanto os cidadãos ainda estavam aterrorizados. A análise feita pela equipe ocorreu depois do estudo que mostrou que as pessoas estão assistindo menos pornô do que costumavam há uma década.

Investigações
A Agência de Gestão de Emergência do Havaí (HI-EMA) investigou como o alerta foi enviado, e expôs um pequeno deslize cometido por um funcionário. Segundo um porta-voz, o trabalhador selecionou a opção errada no menu, causando toda a confusão. Segundo informações do jornal Mirror , o medo foi agravado pelo estado estar na rota de voo entre a Coréia do Norte e os Estados Unidos, e do alerta ter sido enviado depois de Kim Jong Um ter feito diversos testes de mísseis balísticos.

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*