Flórida pode declarar a pornografia como um risco de saúde pública (PressX)

Flórida pode declarar a pornografia como um risco de saúde pública

O estado da Flórida, nos Estados Unidos, pode declarar a pornografia como um risco de saúde pública, que deve ser suplementada com educação, pesquisa e mudanças de políticas para proteger os seus habitantes. A resolução foi aprovada pela maioria do comité governativo na Quinta-feira (28).

A resolução é apoiada pelo republicano Ross Spano. Anteriormente Spano já tinha promovido legislação para ajudar as vítimas de tráfego humano.

”Estudos encontraram uma correlação entre o consumo de pornografia e doenças de foro físico e mental, dificuldades em formar e manter relacionamentos íntimos, problemas no desenvolvimento cerebral e cognitivo, e comportamentos sexuais perigosos”, declarou o proponente da resolução.

A mesma foi aprovada com votação de 18 a favor, e 1 contra.

Na resolução estão enunciados alguns riscos, e associada uma preocupação com a crescente procura de prostituição. Também menciona a exposição cada vez mais cedo de crianças à pornografia, devido aos avanços da tecnologia.

Spano pretendia que a pornografia fosse de facto declarada como uma “ameaça” à saúde pública, mas considerou que ao declará-la como “risco”, poderia obter mais apoio para a medida:

”Cada vez que se confronta alguma coisa que é encarado como um direito constitucional básico – a Primeira Emenda, o direito à liberdade de expressão, vai existir uma oposição compreensível. O Supremo Tribunal dos Estados Unidos tornou claro que os estados têm o direito de regular material obsceno. A obscenidade nunca foi um direito constitucional.”

>Source: http://www.orlandosentinel.com/news/politics/political-pulse/os-florida-porn-health-risk-20180118-story.html

>Ver artigo original.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Comentarios:

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code
     
 

*